Revista de imprensa turca: 25.07.2016

Aqui ficam os principais temas hoje em destaque nos jornais de referência da Turquia.

Revista de imprensa turca: 25.07.2016

Star: “Yildirim: Foi retirado dinheiro durante a crise, mas a nação depositou 24 mil milhões”

O plano da FETO, que tentou provocar uma crise financeira, não funcionou com o fracasso da tentativa de golpe de estado de 15 de julho. Não foram levantados os depósitos nos bancos ao longo da última semana, e pelo contrário, os cidadãos fizeram depósitos nos bancos depois de trocarem as suas divisas e ouro. Desta forma, foi impedido que a intentona golpista provocasse um ambiente de crise nos mercados.

O primeiro ministro Binali Yildirim, disse que os cidadãos trocaram 8 mil milhões de dólares e depositaram-nos nos bancos, depois da tentativa de golpe de estado. O primeiro ministro afirmou ainda que “ninguém consegue enganar esta nobre nação. 8 mil milhões de dólares correspondem a 24 mil milhões de liras turcas nos bancos. As pessoas retiraram dinheiro dos bancos durante a crise, mas a nossa nação depositou dinheiro. Esta é a nossa diferença”.

 

Vatan: “O mundo laboral é a única voz”

O mundo laboral acredita que a Turquia se tornará mais forte que nunca depois da intentona golpista ter sido impedida. As declarações do mundo laboral, mostram que os responsáveis desta área se sentem esperançados no futuro do país, depois do fracasso da intentona golpista levada a cabo pela Organização Terrorista Fethullahista (FETO), uma situação que dá confiança aos mercados.

Os representantes do mundo laboral, que confiam na economia do país, não mudaram os seus planos de investimento na Turquia. O mundo laboral expressou a sua avaliação de que não espera que a intentona golpista afete negativamente a economia. Pelo contrário, esperam que a Turquia se torne mais forte que nunca. Além disso, o mundo laboral está muito contente com as medidas do governo.

 

Haber Turk: “Vai ser criada uma comissão de golpe”

A Grande Assembleia Nacional da Turquia prepara-se para criar uma comissão de investigação com o apoio de todos os países, depois da tentativa de golpe de estado de 15 de julho. Enquanto continuam as investigações, a Comissão de Investigação terá a oportunidade de se reunir com todas as pessoas tanto na prisão como em liberdade, desde soldados até aos nomes máximos que desempenharam um papel fundamental no golpe. Durante estas reuniões - que irão ser registadas por funcionários do parlamento – serão procuradas respostas para a intentona golpista e feitas perguntas sobre como é que a FETO se infiltrou no estado.

 

Hurriyet: “O ministro da justiça Bekir Bozdag fez declarações importantes sobre os Estados Unidos”

O ministro da justiça da Turquia, Bekir Bozdag, falou ao programa “Baskent Kulisi” emitido pelo Canal 7 e afirmou que “Estou tão certo disto como do meu próprio nome: a tentativa de golpe de estado de 15 de julho foi uma intentona levada a cabo sob as ordens de Fethullah Gulen. Também estou certo de que os Estados Unidos sabem que Fethullah Gulen está por detrás deste golpe, uma pessoa que o estimado Obama conhece. Estou certo de que os serviços de informação dos Estados Unidos também o sabem e de que o secretário de estado americano também o sabe. E estou certo de que agora não têm qualquer dúvida sobre isto”.

 

Sabah: “A Turquia continua a vigilância pela democracia”

Continua pelos 4 cantos da pátria a vigilância pela democracia, contra a tentativa de golpe de estado levada a cabo pela Organização Terrorista Fethullahista (FETO). Centenas de milhares de pessoas enchem as praças, gritam palavras de ordem e cantam canções juntas. O povo - que saiu à rua por ordem do presidente Recep Tayyip Erdogan depois da derrota da intentona golpista dos traidores – não abandona as ruas.



Notícias relacionadas