Revista de Imprensa Internacional: 17.09.2019

Aqui ficam as principais notícias de hoje sobre o mundo e a Turquia na imprensa estrangeira:

Revista de Imprensa Internacional: 17.09.2019

Países de Língua Espanhola

El País (Espanha): “Rússia, Turquia e Irão prometem conter as hostilidades na província síria de Idlib”

La Vanguardia (Espanha): “Sánchez chega ao seu encontro com o rei sem o apoio da esquerda e da direita”

Canal Telesur (Venezuela): “Nicolás Maduro celebra os acordos alcançados com a oposição na Venezuela”

 

França

Le Monde: “Em França, mais de 1 000 pessoas morreram devido a cancro do colo uterino em 2 018”

Le Parisien: “Quatro ministros estiveram em Marselha no âmbito do novo "plano de luta contra a droga"

Le Figaro: “Turquia, Rússia e Irão prometem devolver a Síria à tranquilidade”

 

Países Árabes

Al Quds Al Arabi (Jordânia): “O presidente russo Vladimir Putin falou em Ancara sobre o ataque contra a Aramco, na Arábia Saudita, e apelou à paz indicando um verso do Corão. Putin disponibilizou-se também para oferecer armas à Arábia Saudita, para garantir a sua autodefesa”

TV Aljazeera (Qatar): “Cimeira tripartida em Ancara: Putin disse que foi alcançado um acordo para uma solução duradoura na Síria”

Al Jaazirah (Arábia Saudita): “O príncipe herdeiro da Arábia Saudita disse que as ameaças do Irão não se dirigem apenas contra a Arábia Saudita, e que os seus impactos podem alargar-se a todo o Médio Oriente e a todo o mundo”

 

Rússia

Agência RIA Novosti: “A Rússia, Turquia e Irão indicaram que estão dispostos a oporem-se ao separatismo na Síria”

Lenta.ru: “Putin sugeriu que a Arábia Saudita compre os mísseis russos S-400, após o ataque contra as instalações petrolíferas da Aramco”

Jornal Izvestiya: “O Serviço Federal de Segurança da Rússia e o Ministério do Interior detectaram células terroristas em 17 regiões do país”

 

Alemanha

Die Welt: “Turquia, Irão e Rússia querem proteger os civis em Idlib”

Süddeutsche Zeitung: “O primeiro ministro britânico Boris Johnson está a pôr à prova o sistema democrático”

Deutsche Welle: “Existem confrontos permanentes em Hong Kong. Muitos jovens estão a radicalizarem-se e acreditam que estão certos diante de uma administração teimosa”

 

Países Lusófonos

Folha de S. Paulo (Brasil): “A oposição na Venezuela é pior do que Bolsonaro, afirma Maduro à Folha. Ditador venezuelano diz que quer falar de paz, mas que mundo não deve se esquecer de que país tem Força Armada poderosa”

Expresso (Portugal): “Brexit. Portugueses continuam a querer emigrar para o Reino Unido. Rio contra Costa: uma última oportunidade para causar uma boa impressão. Prémio Sakharov para Lula longe de gerar consenso. PS evita comentar”

O País (Moçambique): “Nyusi quer usar receitas do gás para diversificar economia. Terminou hoje o périplo pela província de Cabo Delgado do candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, que durante três dias escalou sete distritos. Em Mocímboa da Praia o candidato da Frelimo falou do gás natural e da distribuição da riqueza que resultará da exploração daquele importante recurso, no vizinho distrito de Palma, naquela província”



Notícias relacionadas