10 de agosto na história

Em 10 de agosto de 2014, os eleitores turcos elegeram diretamente seu presidente pela primeira vez. Recep Tayyip Erdogan foi eleito 12º Presidente da República da Turquia.

1470093
10 de agosto na história

Em 10 de agosto de 1792, a monarquia terminou na França. O rei Luís XVI foi preso e o povo saqueou o Palácio das Tulherias.

 

Em 10 de agosto de 1914, dois navios de guerra alemães, “Goben” e “Breslau”, que fugiam da frota britânica no Mediterrâneo, refugiaram-se no Império Otomano. O Império Otomano anunciou que comprou esses navios e os renomeou como “Yavuz” e “Midilli”. Como esses dois navios subsequentemente bombardearam os portos russos enquanto navegavam em direção ao Mar Negro, o czar russo declarou guerra ao Império Otomano.

 

Em 10 de agosto de 1920, foi assinado o Tratado de Sèvres, que previa a divisão do Império Otomano após a Primeira Guerra Mundial. De acordo com este tratado, apenas uma pequena região da Anatólia permaneceu sob a soberania turca.

 

Em 10 de agosto de 2014, os eleitores turcos elegeram diretamente seu presidente pela primeira vez. Recep Tayyip Erdogan foi eleito 12º Presidente da República da Turquia.



Notícias relacionadas