Mardin : Encantos da antiga Mesopotâmia

Mardin constitui-se em uma das cidades mais diversas que você pode ver com a sua estrutura cultural e localização geográfica.

Mardin : Encantos da antiga Mesopotâmia
Mardin : Encantos da antiga Mesopotâmia
Mardin : Encantos da antiga Mesopotâmia

Mardin : Encantos da antiga Mesopotâmia

Mardin : Encantos da antiga Mesopotâmia

Está localizada na região do Sudeste da Anatólia da Turquia. A cidade, que tem vista para a planície mesopotâmica, atrai a atenção com sua arquitetura única e leva seus visitantes ao intrigante passado místico do leste.

Mardin se encontra entre os rios Tigre e o Eufrates; É uma cidade com uma história profundamente enraizada que abrange diferentes civilizações e diferentes crenças.

Estima-se que o assentamento na região remonte a 3000 anos.

Respectivamente predominaram a civilização assíria, hitita, urartu e Medlerin. A cidade viu a dominação dos romanos que conquistaram a Anatólia. Após os bizantinos, se juntou às terras turcas no século 11.

Localizada na Rota da Seda, Mardin é um dos assentamentos mais antigos da Alta Mesopotâmia.

Quando se olha para a aparência geral da cidade, sua atenção é primeiramente desenhada por casas feitas de calcário amarelo.

As portas dessas casas famosas abrem-se para a planície mesopotâmica; foram construídas na encosta do morro, pelo menos em dois andares e foram construídas de forma que a sombra de uma foi planejada para não se projetar sobre a outra.

As casas de pedra calcária são frescas no verão e quentes no inverno. Quando o sol da Mesopotâmia é refletido na pedra calcária amarela, a cidade se torna uma imagem secular de conto de fadas e você entende por que ela é chamada de "a cidade do sol".

Há muita coisa para se ver em Mardin como um museu ao ar livre. Uma delas é a antiga cidade de Dara.

Assim como Mardin, um dos assentamentos mais antigos da antiga Mesopotâmia, Dara vai impressioná-lo com sua cidade subterrânea de 40 metros de profundidade. Há moinhos, igrejas, bazares e cisternas da cidade.

O Mosteiro de Deyrulzafaran é uma das estruturas que se tornou o símbolo de Mardin. O mosteiro, que foi construído no século 5, mas ganhou os seus acréscimos nos períodos posteriores, é um dos centros religiosos dos ortodoxos sírios. Hoje serve como um local de adoração.

A Ulucami é uma das obras mais importantes no centro de Mardin. A Ulucami, uma das mais antigas mesquitas da Anatólia, foi construída no século XII. Com o seu minarete magnífico, torna o horizonte da cidade bonito. A Mesquita de Şehidiye, a Mesquita Melik Mahmut, a Mesquita Latifiye e a Mesquita Necmeddin também são lugares para se visitar.

A madrassa de Zinciriye é um dos mais belos edifícios do século XIV que perrdura até o presente. Isa Bey, que construiu a madrassa, foi preso aqui por um tempo quando foi derrotado na guerra e teve que ir para a prisão.

A madrassa de Kasımiye, que foi construída mais recentemente, era um dos centros educacionais mais importantes da região quando estava ativa.

Além da mesquita e do santuário, a Madrassa, onde estão localizadas 23 salas de aula, foi construída como um complexo educacional e científico.

O monastério de Mor Gabriel na cidade de Mardin, em Midyat, é uma das famosas e grandes obras da antiga comunidade assíria.

É o mais antigo mosteiro ortodoxo sírio sobrevivente no mundo. A fundação foi construída em 397 e o edifício foi concluído em pouco tempo. Inserções foram feitas dentro e fora do prédio em datas diferentes.

Mor Benham, ou Kırklar Church, conhecida como Kırklar, sobreviveu ao tempo desde o século VI. Chama a atenção com sua torre sineira e portas de madeira feitas com mão-de-obra especial. No final do século XIII, Mardin se tornou o Centro do Patriarcado Assírio.

Mardin com as suas madrassas, mesquitas, igrejas e mosteiros, recebe os visitantes como uma cidade onde as crenças vivem juntas e em paz.

As ruas estreitas, casas de pedra, o castelo, os bazares históricos, e os cafés estão esperando para levá-lo a uma atmosfera mágica.

Atualmente Mardin, atrai turistas de muitos países do mundo; Recomendamos que você veja o Museu de Mardin e a cidade de Midyat.

Mardin é famosa por seu bordado de prata chamado filigrana. Está entre as nossas sugestões que vocês vejam o trabalho dos talentosos mestres de prata.

Os turistas que vem a Mardim não podem retornar  sem provar a cultura e a culinária que são muito ricas, sem degustar os pratos locais, como as costelas e a culinária regional.



Notícias relacionadas