Hoje na História: 29 de dezembro

Eis os acontecimentos mais importantes da história, ocorridos no dia de hoje, 29 de dezembro.

Hoje na História: 29 de dezembro

A 29 de dezembro de 1 703, o sultão otomano Mustafa II perdeu a vida. Mustafa II foi o 22º sultão otomano e morreu pouco depois de perder o seu trono. Ele foi enterrado num túmulo monumental chamado “Sultan Turhan” em Istambul. Durante o seu reinado, que durou 8 anos e 7 meses, Mustafa II levou a cabo 3 grandes expedições na Áustria. Depois da assinatura do Tratado de Karlowitz – assinado depois da grande derrota durante a batalha de Zenta – o império otomano perdeu pela primeira vez uma boa parte do seu território. Com o Tratado de Istambul assinado com a Rússia, que nessa época se tornava cada vez mais poderosa, o Império Otomano viu-se obrigado a abandonar a fortaleza de Azak e a deixa-la aos russos, o que deu origem a uma revolução militar no seio do império otomano. Foi neste contexto que o sultão Mustafa II foi substituído pelo seu irmão Ahmet III.

 

A 29 de dezembro de 1 890, 160 índios americanos – incluindo 62 mulheres e crianças – foram mortos pelos soldados americanos durante o massacre de Wounded Knee. No final deste massacre levado a cabo por uma divisão americana composta por 500 homens, o General Nelson Miles destituiu o Coronel Forstyth que considerou “culpado” pela situação. O massacre de Wounded Knee foi o último confronto que teve lugar entre americanos de origem europeia e índios americanos.

 

A 29 de dezembro de 1 991, Islam Karimov foi eleito “presidente” do Uzbequistão. Depois da independência do Uzbequistão face à União Soviética – proclamada a 31 de agosto de 1 991 – tiveram lugar as primeiras eleições presidenciais no país. Vencendo com 86% dos votos, Karimov foi então nomeado o primeiro presidente do país. Depois do referendo de 1 995, o mandato de Karimov foi prolongado até ao ano 2 000. Islam Karimov venceu também as eleições presidenciais de 2 002 e de 2 007 e ocupa ainda hoje o cargo de presidente do Uzbequistão.

 

A 29 de dezembro de 1 991, teve lugar um referendo para decidir sobre a independência do Azerbaijão. 99% dos azeris votaram pela independência do seu país.

 

A 29 de dezembro de 1 995, ocorreu a crise de Kardak entre a Turquia e a Grécia. A Turquia enviou uma nota à Grécia relembrando a esse país que os rochedos de Kardak fazem parte do território turco. A crise entre os dois países eclodiu depois de um barco ostentando a bandeira turca ter colidido contra os rochedos de Kardak no Mar Egeu.

Os dois países quase entraram em guerra por causa desta situação, depois da intervenção das forças gregas que içaram uma bandeira grega no lugar da bandeira da Turquia. Os comandos turcos acabariam por recolocar a bandeira turca nos rochedos de Kardak durante uma operação noturna. O litígio entre a Turquia e a Grécia acabaria por ser resolvido com a ajuda da mediação dos Estados Unidos.



Notícias relacionadas