Os Mistérios do Mausoléu de Ataturk

Prontos para descobrir os mistérios ocultos do Mausoléu de Ataturk, o fundador da República da Turquia?

Os Mistérios do Mausoléu de Ataturk

O mausoléu de Mustafa Kemal Ataturk – o fundador e primeiro presidente da República da Turquia – chama-se “Anitkabir” e oculta um grande número de mistérios nas suas profundezas desde há 63 anos, que passam despercebidos à sua conhecia silhueta.

O Anitkabir é um mausoléu com 150 mil toneladas de peso, cuja construção começou a 9 de outubro de 1 944 e que foi finalizado no dia 1 de setembro de 1 953. O Anitkabir está cheio de significados especiais, desde as suas esculturas até aos ornamentos e aos seus relevos.

O mausoléu foi concebido pelos arquitetos Emin Onat e Orhan Arda, que venceram um concurso organizado pelo governo em 1 941, para a criação de um mausoléu monumental em honra de Ataturk. No total, foram recebidas 49 propostas internacionais.

 

O SEGREDO DOS LEÕES

Todas as estruturas arquitetónicas do Anitkabir têm um sentido especial. O Caminho dos Leões conduz os visitantes até ao Anitkabir. Na entrada do Caminho dos Leões está um grupo de esculturas de três mulheres de pé. Destas três mulheres, duas estão vestidas com roupas tradicionais e têm uma coroa na cabeça. A coroa é composta por ramos de espigas e representa a fertilidade da nação. A mulher no centro chora e tapa a sua cara com as mãos. A mulher à direita segura nas suas mãos um prato cheio com a mercê de Alá.

Os 24 leões, situados à esquerda e à direita do Caminho dos Leões – com o comprimento de 262 metros – conduz até ao túmulo de Ataturk e representam os “24 clãs de Oguz”.

No Caminho dos Leões encontramos 12 pares de leões hititas, escolhidos porque estas figuras representam o poder na cultura turca e têm como objetivo sublinhar a “unidade e integralidade”. Os leões estão posicionados deitados sobre o solo, tal como um gato para simbolizar o “pacifismo” deste grande poder.

No Caminho dos Leões as pedras no chão estão separadas por frinchas de 5 cms de largura, que obrigam os visitantes a caminhar devagar, respeitando assim a solenidade deste lugar de comemoração. No final do Caminho dos Leões encontramos o Pátio Cerimonial, que conduz até ao sarcófago de Ataturk. O fundo do Pátio Cerimonial, e situado à esquerda do Caminho dos Leões, é adornado com 373 exemplos de alfombras compostas por travertinas negras, brancas e amarelas.

 

DORME NA TERRA DA PÁTRIA

O Anitkabir é composto pelo Caminho dos Leões, pelo Pátio Cerimonial e pelo mausoléu, e ainda por 10 torres ao longo de uma área de 750 mil metros quadrados. O Anitkabir está situado a 907 metros de altitude.

O túmulo de Ataturk foi colocado no quarto do sepulcro, cerca de 7 metros abaixo do sarcófago simbólico composto por um monólito em mármore de 40 toneladas. No centro deste quarto encontra-se um sarcófago de mármore vermelho orientada para a alquibla. O sarcófago de mármore está rodeado por jarras de latão nas quais foi colocada terra enviada a partir de todas as cidades da Turquia e da República Turca do Norte de Chipre. Por isso, diz-se que Ataturk dorme na “terra da pátria” no quarto do sepulcro octogonal, composto por uma cúpula desenhada segundo a arquitetura seljúcida – otomana.

As escadas que são acesso ao mausoléu, têm 42 degraus para simbolizar a Batalha de Sakarya, que durou 21 dias e 21 noites. À direitas destas escadas, estão desenhados um jovem, dois cavalos, uma mulher e um homem. Eles deixaram as suas casas para defender a pátria contra os ataques dos inimigos durante a primeira fase da guerra. À esquerda das escadas, existe um conjunto de esculturas que representa uma aldeã, uma criança e um cavalo, para simbolizar o período de preparação para a guerra a nível nacional.

 

A BANDEIRA VEIO DOS ESTADOS UNIDOS

O mastro da bandeira do Anitkabir, com 33,5 metros de altura, foi enviado dos Estados Unidos para a Turquia por um cidadão turco, Nasmi Cemal em 1 946. Apenas se vêm 29,5 metros do mastro, pois os outros 4 metros estão enterrados por debaixo do pedestal.

 

PARQUE DA PAZ

O Parque da Paz rodeia todo este monumento comemorativo. Este parque é a materialização da famosa frase de Ataturk “Paz em casa, paz no mundo”. Para este parque foram trazidas árvores e plantas de 24 países e de várias regiões da Turquia.

As árvores do Anitkabir foram cuidadosamente escolhidas para se integrarem com os arbustos. Desta forma, pretendeu-se que o monumento pudesse ser visto a partir dos quatro cantos da capital Ancara.



Notícias relacionadas