Os projetos de investimento no Leste e Sudeste da Turquia

Espera-se que o projeto de desenvolvimento denominado “Passagem para o Leste e para o Sudeste” contribua de várias formas para a economia turca.

Os projetos de investimento no Leste e Sudeste da Turquia

(Transcrição do programa de rádio)

Olá caros ouvintes da Rádio TRT Voz da Turquia, sejam bem vindos a mais uma edição de “A Economia Turca em Crescimento”. No episódio da semana passada, dissemos que garantir por completo o crescimento económico, era crucial para o estabelecimento de uma economia sã, tanto nos países em vias de desenvolvimento como nos países industrializados.

O setor produtivo que se estabelece em partes específicas do território dos países, pode prejudicar o desenvolvimento equilibrado das economias. As emigrações que se geram com o objetivo específico de rumar a zonas com mais investimento para encontrar trabalho, causam um grande aumento da população nas zonas de destino, e nalgumas zonas dão origem a crescimento urbanístico não planeado. Do outro lado da moeda, as zonas de origem da emigração ficam menos desenvolvidas.

Os países que planeiam um desenvolvimento equilibrado, têm que apresentar vários estímulos tomando em conta as diferenças de desenvolvimento entre as regiões. Sobre este assunto, há que expor o potencial das regiões e adquirir novos apoios para os diversos tipos de investimento.

A Turquia, com a sua população jovem e dinâmica, figura entre as 20 economias mais industrializadas do mundo. A Turquia, com o seu objetivo de crescimento e desenvolvimento, pretende ser uma das 10 primeiras economias do mundo até ao ano de 2 023. Nesse sentido, foram implementados numerosos projetos de desenvolvimento e emprego ao longo dos últimos 15 anos.

Na semana passada, informamos os nossos ouvintes acerca dos detalhes do projeto chamado “Centros de Atração”, revelado pelas autoridades com o objetivo de levar o desenvolvimento a todo o país. Numa reunião celebrada após o anúncio deste programa, o primeiro ministro turco Binali Yildirim anunciou que serão dados passos para aumentar o investimento nas regiões da Anatólia Oriental e do Sudeste da Anatólia. Neste âmbito, o objetivo é alcançar a especialização e um grupo com objetivos precisos.

Por seu turno, o ministro turco do Desenvolvimento, Lutfi Elvan, indicou que este pacote de estímulos é muito diferente dos outros. O ministro indicou que no âmbito deste projeto, será posto em vigor um mecanismo que apoia todos os processos como a preparação dos projetos, a restruturação dos investimentos, o apoio às empresas depois da entrada em produção e ainda apoio para a etapa do marketing.

O ministro Lutfi deu um exemplo que nos chega da província de Erzurum, acerca do apoio aos investimentos e explicou vários detalhes:

Os empresários que vivam em Erzurum poderão recorrer ao Banco de Desenvolvimento para perceber se a sua ideia de investimento faz ou não sentido;

O Banco de Desenvolvimento fará este estudo em nome do empresário, sem receber qualquer contrapartida financeira. No caso do investimento ser considerado fiável, as máquinas e restantes aparelhos para a fábrica serão comprados com crédito concedido pelo Banco de Desenvolvimento, com 0% juros;

O reembolso do crédito não será feito no primeiro ano, sendo pago ao longo dos 4 anos subsequentes. Lutfi, o titular da pasta do Desenvolvimento, deu ainda a boa notícia de que o Estado compensará 8% das taxas de juro, nos créditos concedidos às empresas. Esta medida de promoção do investimento pretende criar novos empregos para 200 mil pessoas, todos os anos, nas regiões da Anatólia Oriental e no Sudeste da Anatólia. A subida dos investimentos e do emprego, contribuirá para o desenvolvimento da economia desta região e do país.

Em conclusão, os subsídios ao investimento e os estímulos para o desenvolvimento regional, são iniciativas que contribuem positivamente para que os países se desenvolvam de forma equilibrada. A Turquia é composta por regiões com características diferentes, nomeadamente ao nível geográfico e climático. Neste sentido, o facto do setor industrial ser desenvolvido nalgumas regiões mas pouco desenvolvido noutras, causa desequilíbrios regionais.

Espera-se que o projeto de desenvolvimento denominado “Passagem para o Leste e para o Sudeste” – revelado pelo primeiro ministro Binali Yildirim e pelo ministro do Desenvolvimento Lutfi Elvan – contribua de várias formas para a economia dessas regiões e do país. Através dos incentivos, que abarcam 27 cidades, planeia-se apoiar os investidores e aumentar o emprego. A economia turca continuará a crescer e isso permitirá aumentar o nível de bem estar dos cidadãos com a emergência do desenvolvimento, que irá criar empregos para 200 mil pessoas todos os anos.

E com esta mensagem positiva termina o programa de hoje, escrito como sempre pelo Professor Auxiliar Dr Huseyin Karamelikli. Esperamos que tenha gostado de estar na nossa companhia, o programa “A Economia Turca em Crescimento” da Rádio TRT Voz da Turquia regressa na próxima semana. Até lá, fique bem.

 



Notícias relacionadas