Quarteto do Médio Oriente pede moderação a Israel

Muitos países reagiram ao ataque israelitas contra os palestinos na mesquita de Al-Aqsa.

1637331
Quarteto do Médio Oriente pede moderação a Israel

AA - O Quarteto do Médio Oriente compost pela União Europeia, Estados Unidos, Rússia e ONU, apelou às autoridades israelitas para que ajam com moderação após os ataques da polícia israelita contra a palestinos na mesquista de Al-Aqsa, em Jerusalém Oriental.

O grupo exigiu, através de um comunicado conjunto, que Israel evite tomar medidas que aumentem as tensões durante os dias sagrados muçulmanos.

Os representantes do Quarteto, que tem por objetivo negociar a paz entre Israel e a Palestina, indicaram que o grupo está a monitorar a situação em Jerusalém Oriental, incluindo a Cidade Velha, e na zona residencial de Sheikh Jarrah.

Observando que estão profundamente preocupados com os incidentes que eclodiram na sexta-feira, quando os palestinos e a polícia israelita entraram em confronto violento, os representantes manifestaram a sua preocupação com as declarações provocatórias de certos grupos políticos, e pelos foguetes disparados contra Israel a partir de Gaza, bem como com os00 ataques a terras agrícolas da propriedade de palestinos na Cisjordânia.

O Papa Francisco, o líder espiritual dos católicos e o chefe do Vaticano, expressou a sua preocupação com o aumento das tensões, depois da polícia israelita violentar os palestinos que vivem na cidade ocupaada de Jerusalém Oriental.

“Convido todos a procurarem soluções comuns para que a identidade multirreligiosa e multicultural da cidade sagrada seja respeitada e a fraternidade prevaleça. A violência só produz violência, e é preciso parar imediatamente com os conflitos” - afirmou o Papa Francisco.



Notícias relacionadas