Biden cancelou a emergência nacional que Trump declarou para financiar o muro na fronteira com o Méx

Durante a sua campanha presidencial, Joe Biden garantiu que interromperia a construção do polémico muro de 3 200 quilómetros entre os Estados Unidos e o México.

1582603
Biden cancelou a emergência nacional que Trump declarou para financiar o muro na fronteira com o Méx

AA

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, cancelou a declaração de emergência nacional com a qual o ex-presidente Donald Trump redirecionou fundos milionários destinados a outras obras, para a construção do muro na fronteira com o México.

Através de uma carta dirigida à presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, o novo Chefe de Estado diz que “Também anunciei que será política do meu governo não desviar mais dólares dos contribuintes para a construção de um muro na fronteira. E pedi ua uma revisão cautelar de todos os recursos atribuídos ou redirecionados para essa obra”.

A 15 de fevereiro de 2019, Donald Trump assinou um decreto declarando o estado de emergência nacional para construir o muro, numa tentativa de contornar o Congresso e realizar o projeto que havia prometido durante a sua campanha.

"Vamos enfrentar a crise de segurança nacional na nossa fronteira sul e faremos isso de uma forma ou de outra" – afirmou na altura Trump, quando se preparava para assinar a legislação que evitaria outra paralisação parcial do governo.

Embora o Congresso se opusesse à declaração de emergência, a Câmara dos Representantes não obteve os votos suficientes para anular o veto do ex-presidente dos Estados Unidos.

Após os esforços do Congresso para impedir a construção do muro, uma ação movida por várias organizações cívicas levou os tribunais federais da Califórnia a bloquear a iniciativa. No entanto, o governo anterior recorreu da decisão e, em julho de 2019, o Supremo Tribunal dos Estados Unidos concedeu ao ex-presidente Trump uma autorização para usar 2,5 mil milhões de dólares, anteriormente assignados ao Pentágono, para a construção de seções do enorme muro.

Durante a sua campanha presidencial, Joe Biden garantiu que interromperia a construção do polémico muro de 3 200 quilómetros entre os Estados Unidos e o México.


Etiquetas: #Biden , #fronteira , #muro , #México , #EUA

Notícias relacionadas