Os EUA retornam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Um alto funcionário do Departamento de Estado dos Estados Unidos declarou que o Secretário de Estado Antony Blinken anunciará hoje que os Estados Unidos decidiram ingressar no Conselho como "observador".

1579628
Os EUA retornam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

O governo do presidente dos EUA, Joe Biden, decidiu retornar ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas.

Um alto funcionário do Departamento de Estado dos EUA afirmou que o secretário de Estado Antony Blinken anunciará hoje que os Estados Unidos decidiram ingressar no Conselho com sede em Genebra, na Suíça, como um “observador”.

“Sabemos que a maneira mais eficaz de melhorar o Conselho de Direitos Humanos da ONU é manter uma relação estreita de princípios com o Conselho”, expressou.

Afirmando que o Conselho tem potencial para ser um fórum importante para aqueles que lutam contra o assédio e a injustiça em todo o mundo, o funcionário enfatizou que a presença dos Estados Unidos no Conselho o ajudará a atingir esse potencial.

O ex-presidente Donald Trump deixou o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas em 2018, alegando que trazia prejuízos contra Israel.

 



Notícias relacionadas