Os houthis agradecem a posição de Biden, que pôs fim ao apoio à Arábia Saudita no Iémen

Estados Unidos travam a venda de armas à Arábia Saudita para ajudar a pôr fim à guerra no Iémen.

1578133
Os houthis agradecem a posição de Biden, que pôs fim ao apoio à Arábia Saudita no Iémen

Os houthis do Iémen, apoiados pelo Irão, estão satisfeitos com a posição do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que anunciou o fim do apoio militar Americano à Arábia Saudita na guerra no Iémen. O alegado ministro das Relações Exteriores dos Houthis, Hisham Sheref, avaliou a decisão perante a rede libanesa Al-Meyadin.

Sheref: "Agradecemos todos os esforços dos EUA para pôr fim ao isolamento do país e acabar com a guerra no Iémen"

Joe Biden destacou a importância que dá à situação no Iémen, e declarou que o apoio do seu país à Arábia Saudita no Iémen vai acabar, com o fim da venda de armas que possam ser usadas no Iémen.

Por outro lado, e após as declarações de Biden, o ministro das Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos, Enver Gargash, disse através do Twitter que o seu país pôs fim à sua presença militar no Iémen em outubro do ano passado.

A instabilidade política no Iémen arrasta-se há muito tempo. Os houthis, apoiados pelo Irão, exigem o controlo do país e ocuparam algumas regiões, incluindo a capital Sana, desde 2014.

As forças da coligação liderada pela Arábia Saudita apoiam o governo legítimo do Iémen contra os Houthis, desde Março de 2015.



Notícias relacionadas