Azerbaijão confirma que o exército armênio ataca com bombas de fragmentação e mísseis balísticos

Hasanov disse que a Turquia não faz parte deste conflito e que nenhum soldado turco está envolvido nestes bombardeios

1513552
Azerbaijão confirma que o exército armênio ataca com bombas de fragmentação e mísseis balísticos

O embaixador do Azerbaijão na Alemanha, Ramin Hasanov, negou que seu país estivesse usando bombas coletivas em confrontos com a Armênia e ressaltou que se trata de propaganda armênia.

“O Azerbaijão nunca atacou os civis. A própria Armênia usa bombas de fragmentação e mísseis balísticos para atacar civis ”, enfatizou o diplomata que deu uma entrevista coletiva no Centro Federal de Imprensa.

Hasanov expressou que a Turquia não faz parte deste conflito e que nenhum soldado turco está envolvido nestes tiroteios.

“A Turquia é um país irmão. Com a Turquia, somos um povo, dois estados. Temos acordos de segurança estratégica com a Turquia. Compramos drones armados da Turquia. Também adquirimos de Israel e Rússia. Ninguém aqui poderá documentar que a Turquia faz parte do conflito ”, declarou o embaixador, que rejeitou categoricamente a afirmação de que“ combatentes líbios e sírios estão lutando pelo Azerbaijão ”.

“Temos um exército moderno, 100.000 soldados. Não precisamos de lutadores ou soldados estrangeiros. Mas, a propaganda armênia está fabricando-os em toda parte. "

Hasanov acrescentou que a ONU certificou que o Alto Karabakh pertence ao Azerbaijão e que a Armênia é um estado ocupante no território do Azerbaijão.

“O Azerbaijão está lutando em suas próprias terras. A Armênia está ocupando. Ocupou nossos territórios. Estamos em uma guerra para recuperar nossas terras. Não há nada a esconder. Há anos solicitamos a recuperação de nossas terras por meios pacíficos, mas a Armênia sempre atacou e provocou ”, avaliou.

 



Notícias relacionadas