Funeral de George Floyd será realizado na quinta-feira, enquanto continuam os protestos nos EUA

Os protestos nos EUA alargaram-se a todo o país.

1428066
Funeral de George Floyd será realizado na quinta-feira, enquanto continuam os protestos nos EUA

As reações desencadeadas pela morte de um cidadão de raça negra, George Floyd, vítima da brutalidade e violência da polícia do Minnesota na semana passadas, levaram as autoridades a decretar o recolher obrigatório em Washington e Nova Iorque. No relatório da autópsia independente, É dito claramente que Floyd foi vítima de asfixia. O funeral da vítima será realizado na quinta-feira.

A presidente do município de Washington, Muriel Bowser, lembrou na conferência de imprensa sobre o toque de recolher, que muitas lojas foram saqueados e queimadas: "De acordo com a constituição, os manifestantes têm o direito de organizar protestos, mas não devem destruir ou queimar a nossa cidade enquanto se manifestam”.

O conteúdo e os detalhes do recolher obrigatório foram indicados no decreto municipal, que exclui das restrições os funcionários de local fixo e repórteres. O recolher obrigatório na capital americana está em vigor entre as 19:00 - 06:00, da hora local.

Nas manifestações em Chicago, duas pessoas perderam a vida. O porta-voz do governo de Chicago, Ray Hanania, informou que 60 pessoas foram presas na sequência das cenas de violência no bairro de Cicero.

Foram também detidas centenas de pessoas nos protestos em Washington. Os manifestantes foram transferidos para os centros policiais da região e serão apresentados a um juiz mais tarde.

4 policias ficaram feridos em St. Louis

Registaram-se fortes protestos St. Louis, onde quatro policiais foram baleados e feridos. A informação foi avançada pela Diretoria de Segurança de St. Louis, depois dos agentes da policiais terem sido baleados ontem à noite, quando tentavam controlar os protestos no centro da cidade. Os policias estão a receber tratamento no hospital.

As agressões tomaram também como alvo uma equipa da TRT World, que foi atacada ao informar o mundo dos casos que ocorrem nos Estados Unidos. A equipa de jornalistas do canal internacional turco ficou ferida, depois de ser atingida por balas de plástico e gás lacrimogéneo, lançados pela polícia para dispersar os manifestantes.

As autoridades já garantiram que a agitação social não irá afectar o calendário das eleições primáras em Washington, e que as eleições presidenciais de 3 de novembro não serão influenciadas pela situação atual.

O recolher obrigatório foi decretado também em Nova Iorque. O governador do estado, Andrew Cuomo, e o mayor de de Nova Iorque, Bill de Blasio, também decretaram o recolher obrigatório para controlar os protestos. A proibição será aplicada entre as 23h e 5 da manhã, da hora local. Para já, ainda não se sabe se a medida será posta em vigor esta terça feira. O número de policias de serviço em Nova Iorque será aumentado de de 4 000 para 8 000.



Notícias relacionadas