A pandemia de coronavírus continua a flagelar o mundo: a situação no Oriente

O vírus matou 235 pessoas na Argélia, 97 em Marrocos, 7 na Jordânia, 25 na Tunísia e 3 em Omã.

1395577
A pandemia de coronavírus continua a flagelar o mundo: a situação no Oriente

O número total de mortes devido ao coronavírus já ultrapassa as 94 mil em todo o mundo e o número de casos identificados já ultrapassou os 1,6 milhões. Há também mais de 350 000 recuperadas.

Eis a situação nos países do Oriente:

Israel: O número de vítimas mortais é de 92 e há 10 095 casos. Mais de mil pessoas já se recuperaram.

O vírus matou 235 pessoas na Argélia, 97 em Marrocos, 7 na Jordânia, 25 na Tunísia e 3 em Omã.

No Iémen, que não fez até agora uma declaração oficial sobre se há ou não casos, os houthis, apoiados pelo Irão, anunciaram a libertação de 1 670 pessoas detidas.

Iraque: 69 mortos, 1 202 casos. O Ministério da Defesa anunciou a primeira morte por coronavírus entre comandantes de alta patente das forças armadas.

Palestina: 263 casos, 13 deles em Gaza. A OMS anunciou que irá enviar materiais de teste de diagnóstico para o COVID-19. A União Europeia anunciou que destinou um pacote de ajuda financeira de 71 milhões de euros.

Irão: Com mais 122 outros mortos em apenas um dia, o número de mortos aumentou para 4 232 e há 68 192 casos identificados. 3 969 pacientes em tratamento permanecem em estado grave.

Cazaquistão: O estado de emergência que deveria terminar a 18 de abril, foi prolongado. Há 9 mortos e 802 casos identificados.

O número de casos aumentou nos países da Eurásia. Na Ucrânia há 69 mortos e 2 203 casos, no Quirguistão 5 mortos e 298 casos, no Uzbequistão 3 mortos e 624 casos, 3 mortos e 230 casos na Geórgia e mais 11 mortos e 937 casos na Arménia.

Tajiquistão: O hospital Djabar Rasulov está em quarentena há 14 dias, com 397 pessoas confinadas no seu interior como medida preventiva. O médico chefe do hospital, Dilmurod Rahmatulaev, anunciou que uma pessoa morreu de pneumonia. A unidade está a tratar 182 pacientes, 35 familiares e 180 trabalhadores. De acordo com os resultados do teste, a presença de infectados por coronavírus não foi detectada, mas sete pessoas com alta temperatura foram levadas ao hospital por doenças infecciosas.

Malásia: O recolher obrigatório parcial foi alargado até 28 de abril. A pandemia já fez 68 mortos e há 4 346 casos no país.

Indonésia: 306 mortes e 3 512 casos.

China: Uma pessoa morreu nas últimas 24 horas, fazendo o número de mortos subir para 3 336. No total, foram registados 81 907 casos e 77 455 pacientes recuperaram na China.



Notícias relacionadas