“Detidas 79 pessoas relacionadas aos protestos em Juzestán”

O Ministério da Inteligência disse que 79 pessoas que atacaram bens públicos e privados foram presas

“Detidas 79 pessoas relacionadas aos protestos em Juzestán”

O Ministério da Inteligência iraniano declarou que 79 pessoas foram presas em conexão com os protestos contra o aumento do preço da gasolina no estado de Juzestán.

De acordo com a imprensa iraniana, na declaração escrita feita pelo Ministério da Inteligência, foi apontado: "As 79 pessoas que atacaram bens públicos e privados nas manifestações foram presas, juntamente com armas e munições de diferentes marcas".

Na declaração, alegou-se que essas pessoas foram educadas em um país que tem uma costa no Golfo Pérsico.

O povo iraniano que passa dias difíceis com a influência das sanções dos EUA em 15 de novembro após a declaração do aumento de preços da gasolina organizou manifestações em muitas cidades.

Prédios do estado, bancos, postos de gasolina e mercados foram danificados nas manifestações.

Ainda não foi feita uma declaração oficial sobre os "mortos, feridos e detenções" pelos postos iranianos relacionados aos eventos, a Anistia Internacional declarou que pelo menos 161 pessoas morreram nas manifestações.



Notícias relacionadas