A ONU desmente as manipulações do YPG/PKK

A porta-voz do OHCHR chamou as acusações de que "as Forças Armadas turcas usavam armas químicas" como propaganda negra da organização terrorista YPG/PKK

A ONU desmente as manipulações do YPG/PKK

A porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (OHCHR), Ravina Shamdasani, negou a alegação da organização terrorista separatista YPG/PKK de que a Turquia usou armas químicas na Operação Fonte de Paz.

As contas de mídia social próximas à organização terrorista tentaram manipular alegando que munição proibida foi usada como "armas químicas, bombas de fósforo" durante a operação.

Shamdasani, relatando os ataques com armas químicas do regime Bashar al-Asad contra seu próprio povo durante a guerra civil síria, descreveu as alegações de que "as Forças Armadas turcas usavam armas químicas" como propaganda negra da organização terrorista YPG / PKK.

Em relação ao consenso alcançado pela Turquia e pelos EUA no nordeste da Síria,  enfatizou que eles estão satisfeitos com a solução do problema na região por meio da paz e do diálogo.

"A situação em rápida mudança e desenvolvimento na região traz consigo alguns problemas. 

Chegam notícias de que a organização terrorista usa armas químicas e lança crime para o Exército turco para criar uma percepção desinformada. 

É uma realidade conhecida por todos que o TSK não possui armas químicas em seu inventário ", pontuou.



Notícias relacionadas