UNICEF recria um “cemitério” com mochilas escolares no jardim da ONU

Cada uma das 3.758 mochilas escolares representa a perda de vidas sem sentido de um jovem por causa de um conflito em 2018.

UNICEF recria um “cemitério” com mochilas escolares no jardim da ONU

A Agência das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) recriou um cemitério com mochilas escolares para chamar a atenção para a mortalidade infantil em guerras e conflitos no jardim da sede das Nações Unidas, onde os líderes mundiais se encontrarão para as reuniões da Assembleia Geral da ONU na última semana de setembro.

O "cemitério representativo", criado por 3.758 sacolas escolares, cada uma representando a perda de vidas sem sentido de um jovem por causa de um conflito em 2018, tenta apelar aos líderes mundiais para proteger as crianças.

A diretora executiva do UNICEF, Herietta Fore, disse que as mochilas, que sempre representaram um símbolo de esperança, desta vez se tornaram um cemitério. E acrescentou que eles querem homenagear as crianças mortas nos conflitos.

Segundo dados das Nações Unidas, mais de 12.000 crianças foram mortas ou mutiladas em zonas de conflito durante o ano de 2018.




Notícias relacionadas