Os protestos em Hong Kong não param

Milhares de protestantes reuniram-se no Charter Garden com o tema "Proteger a próxima geração". Deixe a nossa consciência falar.

Os protestos em Hong Kong não param

Os protestos continuam na Zona da Administração Especial de Hong Kong contra o retorno de criminosos à China. 

Milhares de protestantes, às 11:30, hora local, reuniram-se no Charter Garden, no centro de Hong Kong, com o tema "Proteger a próxima geração". 

Deixe a nossa consciência falar.Os manifestantes ignoraram as fortes chuvas na área e enquanto se reuniam com a organização da União dos Professores Profissionais de Hong Kong e repetiam suas exigências para renunciar completamente ao projeto de retorno dos criminosos à China e à renúncia do administrador principal Carrie Lam. Os manifestantes, em sua maioria formados por pessoas de meia-idade, começaram a marchar em direção ao Palácio do Governo Local em Hong Kong.

Durante o terceiro mês dos protestos em Hong Kong, o governo chinês deu sinais de provável intervenção na área por meio de manobras das forças de segurança na fronteira de Hong Kong. 

Em 3 de abril, o projeto de lei que facilita o retorno de pessoas sancionadas ou acusadas em Hong Kong para a China, para a Administração Especial de Macau e Taiwan foi oferecido ao parlamento. 

Os opositores temem que, se o projeto for legalizado, a China possa ter como alvo adversários políticos em Hong Kong.



Notícias relacionadas