Trump: “autores dos tiroteios são pessoas com sérias doenças mentais”

Ao longo de 2 019, já ocorreram 251 tiroteios em massa nos Estados Unidos

1248236
Trump: “autores dos tiroteios são pessoas com sérias doenças mentais”

O Presidente Donald Trump dos Estados Unidos deu uma conferência de imprensa, na qual lamentou os massacres de El Paso, no Texas, e em Dayton no Ohio, onde morreram 29 pessoas este fim de semana.

Nas suas declarações à imprensa, Trump disse que que o "ódio" não tem lugar nos Estados Unidos” e que atribuiu estes incidentes a pessoas com "sérios problemas de doença mental" e classificou estes incidentes como sendo “atos de cobardia”.

"É necessário que isto termine. Prolonga-se há demasiados anos" – afirmou Trump – que acrescentou ainda que "Já fizemos muito, mas talvez possamos fazer ainda mais".

Trump evitou responder às perguntas sobre o suposto manifesto anti-imigrante publicado pelo suspeito do massacre de El Paso, no Texas.

No entanto, assinalou ter contactado com os governadores do Texas e do Ohio, e ainda com o procurador-geral William Barr e membros do Congresso, para analisar as medidas que poderão ser aplicadas para travar a violência com armas de fogo no país.

O tiroteio de sábado num centro comercial de El Paso, no Texas, provocou pelos menos 20 mortos e 26 feridos, e foi seguido por outro, 13 horas depois, que fez mais 9 mortos.

A ONG Gun Violence Archive indicou que desde o início de 2 019, houve 251 tiroteios em massa nos Estados Unidos, definidos como ataques em que morrem ou ficam feridas mais de 3 pessoas. Os ataques deste ano já fizeram 250 vítimas mortais, incluindo os atacantes.

A ONG garantiu que nos dois últimos anos se registaram 686 tiroteios em massa nos Estados Unidos: 346 em 2 017 e 340 no ano passado.


Etiquetas: #tiroteios , #Trump , #EUA

Notícias relacionadas