Adiado até fevereiro de 2020 o processo sobre o retorno de Assange para os EUA

Continua processo no Tribunal Penal Westminister em Londres

Adiado até fevereiro de 2020 o processo sobre o retorno de Assange para os EUA

A última sessão do processo que se segue sobre o retorno de Julian Assange, o fundador do Wikileaks, aconteceu no Tribunal Penal Westminister em Londres. O processo foi iniciado pelos EUA contra Assange e foi adiado até fevereiro de 2020.

Assange, cujo site Wikileaks revelou as comunicações secretas de muitos países, chegou ao público através de videoconferência. Assange foi preso por violar as condições de resgate no Reino Unido e foi acusado de divulgar segredos de Estado dos EUA.

Washington finalmente abriu 17 novas acusações, incluindo espionagem contra Assange.




Notícias relacionadas