Seehofer: o acordo de migração entre a UE e a Turquia contribui para atenuar a situação

Seehofer, entrevistado pela agência de notícias alemã DPA, respondeu a questões relacionadas à imigração, sua vida política e cooperação com o ministro italiano do Interior, Matteo Salvini.

Seehofer: o acordo de migração entre a UE e a Turquia contribui para atenuar a situação

O ministro do Interior alemão, Horst Seehofer, disse que eles fixaram a questão da imigração no nível nacional, mas que estão longe de ser uma solução na Europa, acrescentando que o acordo migratório assinado em 18 de março de 2016 entre a União Europeia (UE) e A Turquia contribuiu para a mitigação da questão da imigração.

Seehofer, entrevistado pela agência de notícias alemã DPA, respondeu a questões relacionadas à imigração, sua vida política e cooperação com o ministro italiano do Interior, Matteo Salvini.

"Estamos dispostos a questão da imigração a nível nacional. Eu diria que nós superamos. Estamos longe de uma solução na Europa. A reconciliação entre a UE ea Turquia sobre a imigração continua a contribuir para a mitigação da situação", disse Seehofer para responder a a questão de haver ou não o problema da imigração já está resolvido.

Seehofer declarou que encerraria sua vida política após este período legislativo. "Estou na política há mais de 50 anos, o que é suficiente no final desta legislação", acrescentou.

Seehofer disse que tomou a decisão de deixar a política no ano passado quando chegou a Berlim como ministro do Interior.

Quando perguntado sobre como a colaboração com o ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, foi realizada, Seehofer respondeu que não é possível chegar a um acordo político com Salvini após a reunião com os representantes da Alternativa para a Alemanha (AfD) e o líder ultra-direita na França Marine Le Pen.

"Pelo menos não vai além da cooperação normal entre os estados, não é possível estabelecer a base da confiança aqui", disse ele.



Notícias relacionadas