Regime de Assad continua a atacar civis

As forças do regime lançaram ataques de canhões e mísseis contra as aldeias e os distritos de Hama dentro das fronteiras da "Zona Desmilitarizada em Idlib".

Regime de Assad continua a atacar civis

Três civis foram mortos, incluindo duas crianças, e outros 13 foram feridos em ataques das forças do regime de Bashar Al Assad na Síria contra assentamentos civis dentro das fronteiras da "Zona Desmilitarizada de Idlib".

Forças do regime formaram o Exército Sírio e terroristas estrangeiros apoiados pelo Irã, lançaram ataques de armas e mísseis contra as aldeias Havija, Al Ankavi, Al Mansura e Al Ziyadiyya no campo de Hama e as cidades de Marratinnuman, Tel Mannis e Cercenas no sul de Idlib.

O chefe da imprensa Civil Defesa Civil (Capacetes Brancos), Muhammad Ammuri, relatou que três civis morreram, incluindo duas crianças, e outras 13 ficaram feridas, de acordo com os resultados iniciais do ataque à aldeia de Havija.

As equipes de Defesa Civil continuam as tarefas de busca e salvamento.

Enquanto isso, ontem, na quarta-feira, um civil perdeu a vida nos ataques do regime de Assad nas fronteiras da "Zona Desmilitarizada de Idlib". E assim o número das vítimas mortais dos ataques do regime subiu para 4.



Notícias relacionadas