Estados Unidos vão testar mísseis proibidos

O míssil de baixa altitude será testado em agosto e passará a estar disponível dentro de 18 meses, enquanto que o míssil balístico será testado em novembro e deverá estar operacional dentro de 5 anos.

1163655
Estados Unidos vão testar mísseis proibidos

O exército dos Estados Unidos vai testar este ano dois mísseis proibidos pelo Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio (INF).

De acordo com a notícia avançada pela agência de notícias Associated Press, citando dirigentes americanos, um dos mísseis é um míssil de cruzeiro de baixa altitude com um alcance de mil quilómetros, enquanto o outro é um mísseil balístico com um alcance de entre 3 e 4 mil quilómetros.

Nenhum destes mísseis será equipado com ogivas nucleares. O míssil de baixa altitude será testado em agosto e passará a estar disponível dentro de 18 meses, enquanto que o míssil balístico será testado em novembro e deverá estar operacional dentro de 5 anos.

Ainda de acordo com a notícia da Associated Press, os Estados Unidos não consultaram sobre esta questão com os seus aliados na Ásia Oriental e na Europa. O exército americano poderá fazer descolar o seu míssil balístico a partir da Ilha de Guam, no Oceano Pacífico.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou em agosto que o seu país se retiraria do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio (INF), que foi assinado com a União Soviética em 1 987 e prolongado depois com a Federação Russa.

Enquanto a administração americana anunciou que iria abandonar o tratado INF sob o argumento de que a Rússia viola este tratado há muito tempo, por outro lado a Rússia acusa os Estados Unidos de não cumprirem o acordo.



Notícias relacionadas