Parlamento Europeu aprova novas sanções contra a Rússia

A decisão de impor novas sanções foi aprovada com 402 votos a favor na sessão plenária do Parlamento Europeu.

1162569
Parlamento Europeu aprova novas sanções contra a Rússia

O Parlamento Europeu aprovou a resolução da União Europeia (UE) para "impor novas sanções à Rússia, se continuar a violar o direito internacional".

Foi especificado que "a Rússia deve garantir a integridade territorial da Ucrânia" na decisão aprovada com 402 votos a favor, 163 contra e 89 abstenções durante uma sessão plenária do parlamento realizada na cidade francesa de Estrasburgo.

Numerosas questões, como o fato de a Rússia continuar suas operações na Síria desde 2015, se envolver nos assuntos internos da Líbia ou países africanos e desestabilizar a Ucrânia, aumentam as tensões entre a UE e o governo de Moscou, disse a resolução.

"As sanções devem ser impostas de forma proporcional às ameaças russas e o acordo de parceria e cooperação da UE com a Rússia deve ser revisto."

De acordo com a decisão, relações mais próximas poderiam ser estabelecidas entre a Rússia e a UE, caso o governo de Moscou cumprisse integralmente o Acordo de Minsk.

Além disso, foram expressas preocupações sobre o apoio da Rússia à Coréia do Norte, Irã, Venezuela e Síria, e lamentou seu apoio aos países que se opõem ao Acordo de Prespa.

Na decisão, os ataques cibernéticos e as campanhas de desinformação da Rússia, que visam aumentar a tensão entre os países membros da UE, foram condenados.

A UE decidiu, em junho, estender as sanções econômicas à Rússia por seis meses para desestabilizar a Ucrânia.



Notícias relacionadas