O norueguês Pedersen será o novo enviado especial da ONU para a Síria

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, proclamou o diplomata norueguês Geir O. Pedersen como candidato ao cargo de enviado especial para a Síria.

1078956
O norueguês Pedersen será o novo enviado especial da ONU para a Síria

O embaixador norueguês na China, Geir O. Pedersen, será o novo enviado especial da ONU para a Síria.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, proclamou o diplomata norueguês Pedersen como candidato ao cargo de enviado especial para a Síria, segundo fontes diplomáticas da ONU.

Guterres pediu ao Conselho de Segurança da ONU que apoiasse a candidatura de Pedersen. De sua parte, a Rússia é a favor de que o diplomata norueguês assuma esse poder, além de outros membros permanentes do Conselho também apoiarem esta candidatura.

Se a candidatura de Pedersen for aprovada, o diplomata norueguês será o quarto enviado especial nesta posição.

Pederson anteriormente serviu como enviado especial de seu país para a ONU em Nova York e para a autoridade de alto nível da ONU no Líbano.

O atual enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, anunciou que renunciaria no final deste mês depois de passar quatro anos no cargo.

Mistura, nomeado em 2014, assumiu o cargo do ex-ministro das Relações Exteriores argelino Lajdar Brahimi.

A posição do enviado especial foi previamente assumida pelo ex-secretário geral das Nações Unidas, Kofi Annan.



Notícias relacionadas