Dezenas de mortos em colapso da ponte na Itália

Presidente Erdogan transmitiu suas condolências ao povo italiano

Dezenas de mortos em colapso da ponte na Itália

Pelo menos 22 pessoas morreram, incluindo uma criança, quando a ponte Morandi desabou na autoestrada A10, na cidade italiana de Gênova. Há 8 feridos graves.

A ponte, que passa por uma área residencial de 60 metros de altura, desmoronou em cima das casas.

20 veículos em circulação caíram repentinamente quando a ponte desabou.

As equipes de resgate indicam que pode haver dezenas de pessoas embaixo dos escombros.

200 bombeiros deslocaram-se para o local.

Os autorizados dos bombeiros apareceram diante da agência de notícias Adnkronos dizendo que várias pessoas morreram presas nos veículos sob os escombros.

A intervenção das equipes de emergência e bombeiros continua a remover pessoas dos escombros, algumas das quais já foram transferidas para hospitais.

O ministro italiano dos Transportes, Danilo Toninelli, escreveu em redes sociais: "Eu ainda estou muito preocupado com o que aconteceu em Gênova. Parece ser uma tremenda tragédia ".

A ponte poderia ter desmoronado devido a um erro construtivo, mas também a chuva poderia ter influenciado.

Em 2016, o trabalho de renovação foi realizado na ponte construída em 1960.

Condolências do Presidente Erdogan

Por outro lado, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, transmitiu suas condolências ao povo italiano.

Em sua coletiva de imprensa conjunta com o primeiro-ministro iraquiano Haidar Al-Abadi, Erdogan disse o seguinte:

"Desejo-lhes a bênção de Deus para os falecidos no colapso de uma ponte em Gênova, Itália. E transmito as minhas condolências ao povo italiano ".

O porta-voz presidencial, Ibrahim Kalın, referiu-se ao evento em sua conta de rede social:

"Transmito as minhas condolências àqueles que perderam suas vidas no colapso da ponte Morandi na autoestrada A10 em Gênova, Itália. Desejo paciência aos parentes das vítimas e ao povo italiano. "



Notícias relacionadas