O presidente de Honduras recebe a delegação da CIDH e agradece a visita

O presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández, recebeu hoje os membros da delegação da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), que está no país desde segunda-feira, e agradeceu a visita.

1025264
O presidente de Honduras recebe a delegação da CIDH e agradece a visita

O presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández, recebeu hoje os membros da delegação da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), que desde segunda-feira estão no país, e agradeceu a visita.

Hernandez e a delegação da CIDH falaram em uma reunião na Casa Presidencial, da qual também participaram autoridades hondurenhas, disse o executivo em um comunicado.

O presidente hondurenho disse que o acompanhamento da CIDH "é fundamental" para melhorar as medidas que Honduras implementa na questão dos direitos humanos.

Ele enfatizou que a visita é oportuna para a Comissão, com recomendações após a delegação acompanhar a situação dos direitos humanos no país, contribui para o cumprimento e melhorar a situação no assunto.

"Agradeço-lhe por estar no país, se a questão dos direitos humanos for tratada com a franqueza do caso, todos nós vamos ganhar", disse o presidente hondurenho.

Ele disse que, para conhecer os avanços e desafios que Honduras enfrenta, é importante ter um contexto de onde o país vem em diferentes áreas, especialmente em segurança.

Hernandez lembrou que em 2009 Honduras teve uma taxa de homicídios de 90 por 100.000 habitantes por violência causada pelo tráfico de drogas da América do Sul para a América do Norte, por isso desde que ele começou seu primeiro mandato, em 2014, sua administração solicitou que o assunto fosse visto sob "o princípio da responsabilidade compartilhada, mas diferenciada".

O governo hondurenho lançou várias medidas para combater o crime organizado, que incluem a criação de novas forças de segurança e o expurgo da Polícia Nacional, acrescenta o boletim da Casa Presidencial.

O presidente hondurenho destacou os esforços que seu país promoveu para fortalecer essa questão, incluindo a criação do corpo especializado em direitos humanos da Secretaria de Estado no Poder Executivo, liderado por Karla Cueva.

Hernández e a delegação da CIDH também falaram sobre o diálogo nacional promovido por seu governo para resolver a crise pós-eleitoral no país, moderada pelas Nações Unidas.

Além disso, discutiram o fortalecimento das instituições e dos operadores de justiça que a Organização dos Estados Americanos (OEA) acompanha através da Missão de Apoio à Corrupção e à Impunidade em Honduras (Maccih).

A CIDH concluirá sua visita amanhã, anunciando um relatório preliminar com recomendações sobre sua visita à situação de pessoas de etnias como negros e misquitos. EFE


Etiquetas: #Honduras

Notícias relacionadas