Palestina reage ao veto dos EUA à resolução da ONU sobre os palestinos

O chefe do Conselho Nacional Palestino, Salim Al Zanun, indicou que os EUA participam dos crimes cometidos por Israel ao vetar o projeto da ONU

Palestina reage ao veto dos EUA à resolução da ONU sobre os palestinos

O chefe do Conselho Nacional Palestino, Salim Al Zanun, reagiu duramente aos Estados Unidos que vetaram o projeto do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a proteção do povo palestino.

Zanun, em sua declaração por escrito, indicou que os EUA participam dos crimes cometidos por Israel ao vetar o projeto da ONU, apresentado pelo Kuwait, que exigia proteção para os palestinos.

O projeto recebeu o apoio do Kuwait, Bolívia, China, Costa do Marfim, Guiné Equatorial, França, Cazaquistão, Peru, Suécia e Rússia, enquanto o Reino Unido e os membros temporários Polônia, Holanda e Etiópia foram os países que optaram pela abstenção.

Além disso, os EUA apresentaram à votação seu contraprojeto no qual solicitavam que o Hamas fosse condenado, depois de vetar o projeto sobre a Palestina.

O projeto falhou porque não obteve os votos necessários.

Apenas os EUA apoiaram o projeto, Rússia, Kuwait e Bolívia se opuseram e outros 11 países continuaram abstendo-se.



Notícias relacionadas