O CS da ONU pede ao Iraque que estabeleça um governo não sectário

A ausência de uma alta participação nas eleições é uma forte mensagem para as elites que governam o país desde 2003

983077
O CS da ONU pede ao Iraque que estabeleça um governo não sectário

O representante especial da ONU no Iraque, Jan Kubis deu informações ao Conselho de Segurança da ONU sobre as eleições gerais de 12 de maio e desenvolvimentos no Iraque, também enfatizou que a ausência de alta participação nas eleições e votos não utilizados por mais da metade dos eleitores são fortes mensagens para as elites que administram o país desde 2003.

Kubis disse que é necessária uma união no governo para fundar-se de novo para o fato de reformas políticas, econômicas e sociais, sublinhou que os políticos iraquianos devem estabelecer um governo não sectário, abrangente, onde todos sejam representados, que não exista fraudes e que a contagem seja de maneira justa e democrática.

A Coalizão Sairun, sob a liderança de Moktada as-Sadr nas eleições gerais de 12 de maio no Iraque, foi eleita a primeira com 54 cadeiras no parlamento. A Coalizão de Conquista liderada por Hadi Amri, um dos comandantes do Hashdi Shabi, ocupou 47 cadeiras, enquanto a Coalizão de Vitória do primeiro-ministro iraquiano Haider al Abadi ganhou 42.

Para que um novo governo seja fundado, o acordo não pode ser alcançado enquanto continue o tráfego de negociações entre os partidos políticos em Bagdá e Arbil.



Notícias relacionadas