Gina Haspel vai liderar a CIA apesar dos escândalos de tortura

Gina Haspel foi apontada como a primeira mulher a dirigir a CIA

Gina Haspel vai liderar a CIA apesar dos escândalos de tortura

Gina Haspel tornou-se a primeira mulher a chefiar a CIA após a confirmação do Senado apesar da controvérsia da tortura no passado.

Haspel, apresentada como candidata pelo presidente Donald Trump como diretora da CIA e cuja candidatura foi discutida durante meses pelos escândalos de tortura nas prisões dos EUA no exterior após os ataques de 11 de setembro, foi confirmada pelo Senado.

Gina Haspel, que recebeu 54 votos a favor contra 45 contra na votação realizada no plenário do Senado com 100 membros, será a primeira mulher a chefiar a CIA.

Espera-se que Haspel, que trabalha na CIA há 33 anos, e dirige a agência, assuma o juramento em pouco tempo.



Notícias relacionadas