O Conselho de Segurança da ONU reúne-se com urgência

A agenda será marcada pelos massacres realizados por Israel em Gaza

O Conselho de Segurança da ONU reúne-se com urgência

O Conselho de Segurança da ONU se reúne com urgência devido os eventos em Gaza. No protesto dos palestinos 59 pessoas foram martirizadas pelo fogo aberto pelas forças de segurança israelenses, mais de 2000 pessoas ficaram feridas.

 

A pedido do Kuwait, membro temporário do Conselho de Segurança, foi anunciado que a reunião de emergência aconteça hoje.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, avaliou a situação em Gaza na conferência de imprensa organizada após seu encontro com o primeiro-ministro austríaco, Sebastian Kurz, em Viena.

Guterres disse que é uma situação alarmante que muitos palestinos perderam as vidas e pediu moderação por parte das forças de segurança israelenses que atacam os manifestantes com balas reais para que não causem uma escalada de tensão.

Guterres também afirmou que o Hamas tem a responsabilidade de parar alguns atos provocativos demonstrados nos protestos.

O secretário geral acrescentou que, para a solução do conflito israelense, não há alternativa senão a de dois estados com Jerusalém como capital.



Notícias relacionadas