Merkel para Trump: "O relacionamento com os EUA é muito importante para a Alemanha"

O presidente dos EUA, Donald Trump, defendeu que seu relacionamento com a chanceler alemã tem sido "excelente" desde o início e descreveu a chanceler como uma "mulher extraordinária" ao recebê-la na Casa Branca.

960259
Merkel para Trump: "O relacionamento com os EUA é muito importante para a Alemanha"

O presidente dos EUA, Donald Trump, na conferência de imprensa conjunta com a chanceler alemã, Angela Merkel, na Casa Branca, indicando que as negociações continuam com o Irã sobre o acordo nuclear, evitou fazer uma declaração concreta se os EUA vão usar a força militar ou não, no caso de o acordo falhar.

O presidente afirmou que eles estão prestes a chegar ao fim na luta contra o DAESH, mas que impedirão o Irã de tirar proveito de um vácuo.

Trump, lembrando que há muitos países ricos na região, ressaltou que esses países devem ser mais ativos na luta contra o DAESH e em responder às despesas decorrentes dos processos.

Por outro lado, Trump considerou o encontro histórico entre as duas Coréias como um passo muito positivo.

 "Este assunto deveria ter sido resolvido muito mais cedo, mas sou responsável por resolvê-lo. Não nos confundiremos com os governos anteriores, e continuaremos a política de pressão máxima sobre a Coréia do Norte até que a península coreana seja limpa de armas nucleares", acrescentou.

Trump acrescentou que eles vão se reunir com o líder da Coreia do Norte nas próximas semanas.

Por outro lado, o presidente dos EUA disse que é possível que ele viaje para Israel para a transferência da embaixada de seu país para Jerusalém, em 14 de maio, e que estava orgulhoso de sua controversa decisão.

Por sua vez, a chanceler alemã, Angela Merkel, disse que eles têm laços muito fortes com os EUA e que querem melhorar ainda mais as relações bilaterais em cada campo.

Merkel destacou o encontro entre as duas Coréias como um primeiro passo, e elogiou a importante força dos EUA neste processo, esperando que esse processo termine com a paz.

"A Alemanha continuará sempre a ser um parceiro confiável dentro da OTAN. Nós lutamos juntos contra as armas nucleares do Irã, o terrorismo, e o DAESH", disse Merkel.

A chanceler alemã, apontando para a importância do trabalho conjunto dos EUA e Europa no final da guerra civil na Síria, disse que eles vão continuar a trabalhar em cooperação com os EUA.



Notícias relacionadas