OTAN se preocupa com a violação do Tratado de Eliminação de Mísseis pela Rússia

A OTAN disse que está preocupada com um sistema de mísseis russo capaz de transportar ogivas nucleares, o que seria uma violação do acordo de armas.

OTAN se preocupa com a violação do Tratado de Eliminação de Mísseis pela Rússia

A OTAN informou que seus países membros detectaram que um sistema de mísseis na Rússia viola o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF, sigla em inglês), o que causa grande preocupação.

A OTAN, em sua declaração escrita, indicou que o Tratado INF vem desempenhando um papel fundamental na garantia da segurança européia e atlântica nos últimos 30 anos, destruindo os mísseis terrestres guiados lançados pelos EUA e Rússia, contribuindo para a estabilidade e impedindo conflitos.

A declaração sublinhou que se deve permanecer fiel ao Tratado INF e a OTAN está determinada a manter o tratado.

A declaração acrescentou que os Estados Unidos cumprem as suas obrigações nos termos do tratado, e que a desobediência da Rússia causará um problema que deve ser  tratado com urgência.

O Tratado INF, assinado em 8 de dezembro de 1987 pelo presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, e pelo presidente da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas durante a Guerra Fria, Mikhail Gorbachev, proíbe o uso de mísseis balísticos terrestres com alcance entre 500 a 5.500 quilômetros.



Notícias relacionadas