A ONU oferece fazer a intermediação para solucionar a crise do Iraque

"Estamos prontos para ajudar a resolver a crise entre Bagdá e a Administração Regional Curda do Iraque"

816809
A ONU oferece fazer a intermediação para solucionar a crise do Iraque

O Ministério iraquiano das Relações Exteriores afirma que a ONU oferece uma intermediação para solucionar a crise causada pelo referendo ilegal entre o governo central e a Administração Regional Curda do Iraque.

O ministro das Relações Exteriores iraquiano, Ibrahim Al-Jaferi, e o Representante Especial do Secretário-Geral da ONU no Iraque, Jan Kubis, se encontraram em Bagdá e declararam oficialmente o seguinte: "Como a ONU estamos prontos para ajudar a resolver o problema com a Administração Regional Curda do Iraque. A sociedade internacional está de acordo com a integridade territorial do Iraque. O Iraque especialmente já está no foco de interesse hoje após a vitória obtida contra o grupo terrorista DAESH'.

A Kubis não forneceu mais detalhes sobre o conteúdo da intermediação oferecida.Jaferi, por sua vez, disse que todas as cidades do Iraque contribuíram para a luta contra o DAESH e, assim, mostraram que o Iraque é sectário e étnico. O ministro Jaferi pediu à ONU que desempenhe um papel mais ativo no país.

Os EUA também declararam que podem ajudar a aliviar a tensão entre Arbil e Bagdá. A porta-voz dos EUA, Heather Nauert, disse na conferência de imprensa diária: "Desde a primeira instância, nós éramos muito claros que nos opomos ao referendo na administração regional curda do Iraque. Porque achamos que isso asseguraria a instabilidade. Também quero chamar a atenção para o aumento da tensão. Tivemos várias conversações com Arbil e Bagdá. Em poucos dias, o Secretário de Estado reuniu-se com os seus homólogos das duas partes. Se os EUA alegarem querer ajudar a negociar entre duas partes. Mas eu quero ser claro sobre esta questão, se exigir a nossa assistência.



Notícias relacionadas