EUA: Cerca de 20 mortos e 42 feridos em tiroteio em clube em Orlando

A polícia disse que o atirador estava morto dentro do clube

EUA: Cerca de 20 mortos e 42 feridos em tiroteio em clube em Orlando

Um tiroteio em uma boate em Orlando, Florida, nos EUA, no início da manhã deste domingo deixou "cerca de 20 pessoas" mortas e pelo menos 42 feridas, confirmou a polícia.

O ataque ao Pulse Clube ocorreu por volta das 02:00 (0600GMT), o chefe da Polícia de Orlando John Mina disse a repórteres em uma coletiva na manhã deste domingo.

O prefeito de Orlando Buddy Dyer descreveu o ataque como um "crime horrível" que terá um "efeito duradouro" na comunidade local.

O tiroteio foi relatado pela primeira vez on-line pelo clube em sua página no Facebook: "todo mundo saia do Pulse e corram".

A polícia de Orlando, na sua conta oficial no Twitter, anunciou o ataque três horas mais tarde, descrevendo-o em outro tweet como uma "situação de vítimas em massa".

Um vídeo compartilhado pela estação de TV local WESH 2 mostrou o clube de fora, com uma dúzia de tiros ouvidos ao fundo.

Mina disse que a polícia decidiu "resgatar reféns que estavam lá" as 5:00 da manhã. Ele disse que o atacante carregava um fuzil e uma pistola.

Mais tarde a polícia anunciou no Twitter que "o atirador estava está morto dentro do clube."

Um xerife descreveu o tiroteio como um "incidente terrorista doméstico".

WESH 2 relatou que um hospital próximo recebeu várias pessoas feridas.

As autoridades policiais anunciaram no Twitter uma explosão controlada em torno do clube, com o anúncio aparentemente motivado por usuários de mídia social em causa confundindo a explosão de outro possível ataque.



Notícias relacionadas