Incêndio destrói 50 abrigos em acampamento de Myanmar

Muçulmanos deslocados perderam seus abrigos após um incêndio atingir um acampamento perto da capital de Sittwe do estado de Rakhine, de acordo com uma testemunha.

Incêndio destrói 50 abrigos em acampamento de Myanmar

Um incêndio destruiu cerca de 50 abrigos na terça-feira em um acampamento para pessoas deslocadas internamente no oeste do estado de Rakhine de Mianmar, disse uma testemunha.

A testemunha, Khin Maung Myint, disse que o fogo começou no acampamento Baw Du Pha 2 perto da capital do estado, Sittwe.

Os bombeiros conseguiram extinguir o incêndio e foram tratar alguns dos feridos, acrescentou. A causa do incêndio ainda não é conhecida.

Normalmente, os abrigos que foram destruídas no incêndio pode conter até seis famílias.

Autoridades na área ainda não comentaram sobre o incidente.

Acampamentos na região na maioria abrigam membros da comunidade muçulmana Rohingya que foram deslocados pela agitação entre budistas e muçulmanos que deixaram centenas de mortos em 2012.

A população Rohingya de Myanmar é apátrida e milhares fugiram da perseguição e da pobreza, muitas vezes de barco para outras partes do sudeste da Ásia.

Cerca de 125.000 Rohingya continuam deslocados e enfrentam severas restrições de viagens enquanto estão vivendo em acampamentos.

Mais de 100.000 Rohingya foram forçados a viver em condições semelhantes ao apartheid desde a agitação.

A sua circulação e acesso a serviços, incluindo cuidados de saúde, está severamente restringida pela autoridades do país de maioria budista.

Myanmar não reconhece formalmente a comunidade Rohingya como um dos retalhos das minorias étnicas do país.

A crescente onda de nacionalismo budista tem nos últimos anos aprofundado a hostilidade para com o grupo.

As autoridades rotineiramente referem a eles como "Bengalis", um termo pejorativo identificando-os como pessoas de fora da vizinha de Bangladesh.

Fonte: TRTWorld e agências



Notícias relacionadas