Tribunal paquistanês emite mandato de captura sobre Musharraf

O ex-presidente e líder militar Pervez Musharraf, será detido para ir a tribunal depois de faltar a várias audiências.

Tribunal paquistanês emite mandato de captura sobre Musharraf

Musharraf evitou repetidamente comparecer em tribunal, num caso que envolveu a morte do clérigo de topo Ghazi Abdul Rasheed, assassinado na Mesquita Vermelha de Islamabad em 2007.

O General Musharraf é acusado de ter ordenado uma operação militar contra a mesquita, que era considerada um local de encontro de militantes islâmicos. Nesse ataque, morreram mais de 100 estudantes e o incidente deu origem a uma vaga de contra-ataques retaliatórios por parte dos militantes islamitas.

Musharraf governou o Paquistão entre 1999 e 2008, e também é acusado de estar por detrás dos assassinatos de Benazir Bhutto - a primeiro ministro do país – e de Nawab Akbar Bugti, um governador provincial.

O rol de acusações contra Musharraf inclui ainda o crime de alta traição, por ter imposto o estado de emergência no Paquistão em Novembro de 2007.

O ex-presidente faltou até agora a todas as audiências em tribunal, alegando ter problemas de coração.


Etiquetas:

Notícias relacionadas