O Irão criticou o relatório da Agência Internacional de Energia Atómica

O ministro iraniano Zarif pediu à Alemanha, à França e ao Reino Unido para que não atuem contra o Irão.

1439408
O Irão criticou o relatório da Agência Internacional de Energia Atómica

O ministro das Relações Exteriores do Irão, Javad Zarif, pediu à Alemanha, à França e ao Reino Unido que não se posicionem contra o Irão no Conselho Executivo da Agência Internacional de Energia Atómica.

Zarif criticou o relatório da AIEA sobre o Irão: “A AIEA não deve permitir que os inimigos do acordo nuclear comprometam os interesses do Irão. Os três países europeus (Reino Unido, Alemanha e França) que não cumprem as suas responsabilidades no acordo nuclear, não devem ser parceiros no crime”.

Zarif referiu-se também às alegações de que o Irão não permitiu o acesso dos inspetores em dois locais, dizendo que"Não temos nada a esconder. Uma solução para o acordo é possível, mas uma decisão contrária do Conselho Executivo da AIEA irá acabar com essa oportunidade".

No relatório da AIEA, divulgado na semana passada, que avalia os estudos de verificação e observação sobre as atividades nucleares do Irão, é dito que Teerão não permite inspeções em dois locais, há mais de quatro meses.



Notícias relacionadas