Quase 35.000 civis voltaram a casa depois do acordo russo-turco sobre a Síria

O diretor de Coordenação de Intervenção na Síria, Muhammad Hallaj, anunciou que parte dos civis regressou depois da suspensão das operações militares do regime.

1387786
Quase 35.000 civis voltaram a casa depois do acordo russo-turco sobre a Síria

Cerca de 35.000 civis deslocados pelos ataques do regime de Assad e seus seguidores na Síria, voltaram às suas casas depois  do cessar-fogo que entrou em vigor a 6 de março, em resultado do acordo alcançado entre a Turquia e a Rússia para a zona de redução da tensão de Idlib.

O diretor de Coordenação de Intervenção na Síria, Muhammad Hallaj, anunciou que parte dos civis regressou depois da suspensão das operações militares do regime e dos seus seguidores, depois do anúncio do cessar-fogo.

"Quase 35.000 pessoas regressaram com a trégua. No entanto, mais de um milhão de civis foram deslocados desde outubro de 2019, quando o regime intensificou os seus ataques. Com o avanço no terreno, as forças do regime assumiram o controle de grandes localidades; Centenas de milhares de civis não querem regressar às regiões tomadas pelo regime e preferem continuar a viver junto à fronteira Turquia-Síria. Os civis que regressaram à sua terra natal devem ter cuidado com as bombas que não explodiram e notificar as autoridades se tomarem conhecimento de alguma situação perigosa” – indicou Hallaj.



Notícias relacionadas