Mais 13 civis são as últimas vítimas fatais do ataque do regime sírio em Idlib

Segue o bombardeio na zona de distensão

Mais 13 civis são as últimas vítimas fatais do ataque do regime sírio em Idlib

Enquanto os bombardeios na Síria sob o regime de Bashar Assad e os russos na zona de distensão de Idlib continuam, mais 13 civis foram mortos nos ataques do regime. 

Os caças do regime de Assad concentraram os ataques aéreos em cidades civis em Idlib, a Rússia, bombardeou a área rural de Aleppo.

Doze civis foram mortos no centro de Idlib nos ataques do regime e mais um civil na vila de Kefer Teal.

Os aviões russos na madrugada atingiram os centros distritais de Etarib e Daret, a cidade de Urim al-Kubra, Kefer Hamra e a cidade de Cinema na Zona de Distensão de Idlib.

Nada foi relatado sobre o resultado do bombardeio russo. 

Mais de 1800 civis foram mortos nos ataques do regime e seus apoiadores desde a assinatura do Acordo de Sochi em 17 de setembro de 2018. 

O número de imigrantes nas proximidades da fronteira da Turquia atingiu 1 milhão 767 mil desde Janeiro 2019.



Notícias relacionadas