A ONU está preocupada com os ataques em Idlib

"A ONU sente grande preocupação com as notícias da morte de muitas mulheres e crianças nos ataques a bomba realizados em 1º de janeiro na residência de Sarmin em Idlib, no noroeste da Síria", disse o porta-voz da ONU.

1334291
A ONU está preocupada com os ataques em Idlib

A ONU disse estar profundamente preocupada com o bombardeio em Idlib.

Na declaração feita pelo Presidente da ONU, foi declarado:

"A ONU sente grande preocupação com as notícias da morte de muitas mulheres e crianças nos ataques a bomba realizados em 1º de janeiro na residência de Sarmin em Idlib, no noroeste da Síria."

A declaração chama a atenção para o fato de que uma bomba caiu na frente da escola usada como refugiado para famílias evacuadas, todas as partes foram chamadas a tomar medidas sobre a segurança dos civis.

Por outro lado, Dang Dinh Quy, representante permanente do Vietnã, que manterá a presidência de janeiro do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) em uma conferência de imprensa organizada na ONU, disse que o Conselho de Segurança se reunirá hoje com a agenda extraordinária de negociar a situação mais recente em Idlib.

Quy disse que a convocação para a reunião extraordinária foi feita pela França e pela Inglaterra e que a embaixadora interina dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas, Rosemary DiCarlo, e a Secretária Geral Adjunta das Nações Unidas para Assuntos Humanitários e Coordenador de Socorro O Emergency informará os membros da diretoria sobre os ataques ao Idlib na sessão fechada.

Quy lembrou que seu país viveu guerra por longos anos e acrescentou:

“Nós sabemos muito bem o que é guerra. Por esse motivo, queremos que a solução pacífica declarando o cessar-fogo em Idlib. Primeiro eles devem parar as mortes de civis."



Notícias relacionadas