Violência israelense em Gaza: 54 mártires palestinos em um semestre

Forças israelenses deixaram 54 mártires palestinos, incluindo 12 menores e 4 mulheres. Além disso, um total de 3.723 pessoas (1.226 crianças e 179 mulheres) ficaram feridas.

1245636
Violência israelense em Gaza: 54 mártires palestinos em um semestre

O Centro de Direitos Humanos Al-Mizan, em Gaza, divulgou um relatório sobre as transgressões israelenses contra os palestinos na Faixa de Gaza no primeiro semestre de 2019.

Forças israelenses deixaram 54 mártires palestinos, incluindo 12 menores e 4 mulheres. Além disso, um total de 3.723 pessoas (1.226 crianças e 179 mulheres) ficaram feridas.

O relatório diz que Israel usa "força letal" contra os palestinos que participam das manifestações da Grande Marcha de Retorno na fronteira israelense com Gaza e que as forças hebraicas cometem violações sistemáticas de direitos humanos na fronteira.

“Eles abrem tiros em embarcações de pesca palestinas com a desculpa de intrusão, pára e confisca seus barcos. As tropas israelenses realizaram 207 ataques a navios de pesca perto da costa de Gaza; 15 pescadores ficaram feridos, outros 28 foram presos, 11 barcos foram apreendidos e outros 9 ficaram danificados”, resume o relatório.

Além disso, Israel cometeu 27 ataques em várias regiões da Faixa até agora este ano, prendendo 88 palestinos, incluindo 22 crianças.

O relatório pede ao governo de Israel para levantar todos os tipos de bloqueios em Gaza e pede ao público internacional para parar as violações do território palestino ocupado e proteger os direitos civis.


Etiquetas: #palestinos , #Israel , #Gaza

Notícias relacionadas