O chamado da ONU para Idlib

Farhan Haq, um dos porta-vozes do secretário-geral da ONU no diário disse que é sabido quem controla o espaço aéreo na área e fez o apelo para acabar com esses ataques sem nomeá-lo

O chamado da ONU para Idlib

A ONU pediu o fim dos ataques aéreos contra a área de Idlib, na Síria.

Farhan Haq, porta-voz Secretário-Geral da ONU disse que nos ataques aéreos foram disparados contra 18 hospitais e centros de saúde, 17 escolas e salientou que não deve ser tomada como alvo uma infra-estrutura civil e que as partes devem mostrar respeito ao direito internacional.

Segundo a ONU desde o final de abril no noroeste da Síria 150 pessoas foram mortos ou feridos, 180 mil pessoas foram evacuadas. A maioria dos evacuados vive em áreas abertas e sob condições muito ruins.

A Turquia, Rússia e Irã na reunião em Astana entre 4-5 maio de 2017 declarou Idlib e ao seu redor como "Zona Desmilitarizada".

A Turquia e a Rússia ante aos ataques que violam o processo de cessar-fogo iniciado neste quadro fizeram em um acordo adicional para essa zona.

As forças do regime com apoio russo, apesar do acordo assinado em Sochi em 17 de setembro de 2018, continuam os ataques.



Notícias relacionadas