Rei da Jordânia cancela visita à Romênia por decisão de transferir sua embaixada para Jerusalém

Em 6 de dezembro de 2017, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que reconheceu Jerusalém como a "capital de Israel".

Rei da Jordânia cancela visita à Romênia por decisão de transferir sua embaixada para Jerusalém

O rei Abdullah II da Jordânia cancelou sua visita à Romênia depois que a primeira-ministra Viorica Dancila anunciou que mudaria a embaixada de seu país em Tel Aviv para Jerusalém.

O Conselho de Realeza da Jordânia declarou por escrito: "O rei Abdullah decidiu cancelar sua visita agendada na Romênia para o dia de hoje, após a declaração da primeira-ministra romena".

Enquanto isso, o jornal israelense Yedioth Ahronoth informou que o presidente da Romênia, Klaus Iohannis, rejeitou a decisão de Dancila de transferir a embaixada para Jerusalém.

A primeira-ministra, nas palavras do presidente, provou sua ignorância na política externa, exclusivamente sobre a questão de Jerusalém.

O presidente da Romênia não tomou uma decisão nesse sentido e isso não pode ser decidido sem a aprovação do presidente de acordo com a Constituição do país, disse o jornal.

Durante seu discurso na conferência anual do Comitê de Relações Públicas dos EUA-Israel (AIPAC) nos EUA, a primeira-ministra romena, Viorica Dancila, anunciou a decisão de transferir a embaixada da Romênia para Jerusalém.

Em 6 de dezembro de 2017, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que reconheceu Jerusalém como a "capital de Israel".

Em 14 de maio de 2018, inaugurou em uma cerimônia oficial sua embaixada transferida de Tel Aviv para Jerusalém.



Notícias relacionadas