Palestina: "Israel está arrastando a região para o conflito inter-religioso"

No domingo passado, a polícia israelense havia colocado correntes na porta das escadas que desciam para a Porta da Glória na parede leste - fechada de 2003 - na mesquita de al-Aqsa.

Palestina: "Israel está arrastando a região para o conflito inter-religioso"

A presidência palestina alertou que Israel está arrastando a região para um "conflito inter-religioso" através de suas violações contra o povo palestino e os valores sagrados do último.

Em uma declaração por escrito, a Presidência anunciou: "As violações contra os valores sagrados de muçulmanos e cristãos e a suspensão do subsídio destinado a famílias de mártires e prisioneiros palestinos e todas as decisões racistas são a violação de todos os acordos assinados entre a partes e o direito internacional".

A declaração condena as recentes violações na mesquita de al-Aqsa e adverte que Israel está arrastando a região para conflitos inter-religiosos. "No caso de as violações e práticas das forças israelenses continuarem, desafios perigosos podem surgir."

No domingo passado, a polícia israelense havia colocado correntes na porta das escadas que desciam para a Porta da Glória na parede leste - fechada de 2003 - na mesquita de al-Aqsa. Um grupo de jovens palestinos concentrados no local rompeu a porta. A polícia deteve alguns ao fechar as portas do Haram al Sharaf.

A mesquita é a primeira qibla dos muçulmanos. Está localizada em Jerusalém Oriental ainda ocupada por Israel.



Notícias relacionadas