Suspensa a evacuação de Alepo após várias explosões

Os grupos terroristas estrangeiros partidários do regime, impediram a passagem de 800 pessoas abrindo fogo sobre o comboio de evacuação.

Suspensa a evacuação de Alepo após várias explosões

A Rússia está a monitorar com drones a passagem dos civis de Alepo para zonas seguras.

O exército do regime e os grupos terroristas estrangeiros que o apoiam, tomaram 800 civis como reféns em Alepo Oriental.

A operação de evacuação destas pessoas foi suspensa depois de várias explosões na zona.

A operação de evacuação tinha começado ontem à noite e mais de 8 mil pessoas foram para Idlib e a para a Turquia, que recebeu também os feridos graves do conflito. Recep Akdag, o ministro turco da saúde, disse que a Turquia recebeu 54 feridos que entraram através da fronteira de Cilvegozu. Foram também criados 3 hospitais de campanha nessa fronteira, e os feridos poderão ser transferidos para Hatay, Mersin e Adana. No total, foram reservadas 800 camas nos hospitais da Turquia para estas pessoas, principalmente em Ancara.

As milícias comandadas pelo general iraniano Seyid Javad estão a tentar sabotar a saída dos civis, atacando as regiões sob o controlo da oposição síria, pondo em causa o cessar-fogo negociado entre a Rússia e a Turquia.



Notícias relacionadas