Egito: dezenas de militantes mortos em confrontos no Sinai

A violência começou quando militantes tentaram dominar uma colina no norte do Sinai.

Egito: dezenas de militantes mortos em confrontos no Sinai

Dezenas de militantes foram mortos nos confrontos com as forças do exército egípcio na península do Sinai, na sexta-feira, de acordo com uma fonte de segurança local.

A violência começou quando militantes tentaram dominar uma colina com vista para as cidades de Rafah e Sheikh Zuweid, disse a fonte à Agência Anadolu.

"As forças do exército repeliram o ataque e mataram 24 militantes", acrescentou a fonte de forma anônima, já que ele não estava autorizado a falar com a mídia. Os militares egípcios não comentaram o relatório.

Desde meados de 2013, quando Mohamed Morsi - o primeiro presidente livremente eleito do Egito - foi expulso em um golpe militar, a Península do Sinai foi dominada pela insurgência, que deixou centenas do pessoal de segurança egípcia mortos.

As forças de segurança egípcias, entretanto, continuam uma campanha feroz - envolvendo elementos da polícia e do exército - contra o que eles descrevem como "grupos terroristas" baseados no Sinai.

Autoridades egípcias apoiadas pelo exército dizem que estão lutando contra o grupo Welayat Sinai (Província do Sinai), que diz ter ligações com a organização terrorista Daesh.


Etiquetas: Egito

Notícias relacionadas