Explosão de carro mata 18 combatentes da oposição na Síria

Observatório Sírio de Direitos Humanos com sede no Reino Unido diz que explosão de carro-bomba no sul da Síria matou pelo menos 18 combatentes da oposição.

443407
Explosão de carro mata 18 combatentes da oposição na Síria

A explosão de um carro bomba matou pelo menos 18 combatentes da oposição síria na quarta-feira na aldeia do sul de Asheh, na província de Quneitra, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos com sede em Londres.

No entanto, o número de mortos é controverso de acordo com Abu Omar al Golani, um ativista baseado em Quneitra, que afirma que 20 combatentes foram mortos na explosão, incluindo o comandante da Frente dos Revolucionários da Síria, Abu Hamza al Naimi.

A Frente tem quase sempre lutado com o grupo filiado da Al Qaeda no norte da Síria, a Frente Nusra, desde o final de 2014.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pela explosão, mas acredita-se que o DAESH ou a Frente Nusra sejam os responsáveis.

Suhaib al Ruhail, um porta-voz para do grupo Alwiya al Furqan que opera na área, disse que o ataque foi realizado por "células adormecidas do DAESH."

Ruhail disse que o 10 pessoas foram mortas na explosão.

Issam al Rayyes, porta-voz da Frente Sul do Exército Sírio Livre, disse que 11 pessoas foram mortas na explosão, incluindo o comandante Abu Hamza al Naimi.


Fonte: TRT Mundial e agências



Notícias relacionadas