Alegações de ataque iraniano a navio americano

O porta-voz do Pentágono Steve Warren, afirmou que “o caso ocorreu com um navio ostentando a bandeira das Ilhas Marshall, mas não havia cidadãos americanos a bordo”.

Alegações de ataque iraniano a navio americano

O porta-voz do Pentágono, que pertence ao Departamento de Defesa dos Estados Unidos, falou sobre as alegações de que forças iranianas teriam aberto fogo para advertir um cargueiro americano que passava pelo Estreito de Ormuz.

Steve Warren, assinalou que o incidente com o navio americano ocorreu quando este ostentava a bandeira das Ilhas Marshall e que não havia cidadãos americanos a bordo.

As alegações de ataque iraniano a um barco americano, foram veiculadas pelo canal noticioso Al Arabiya da Arábia Saudita.

O porta-voz do Pentágono, disse que o capitão do barco começou por recusar as instruções das forças navais iranianas, mas que depois de serem disparados tiros de advertência, o navio americano obedeceu às ordens das forças navais do Irão. Na altura do incidente, o barco americano navegava em águas territoriais iranianas.

Warren disse também que as forças navais do Irão chegaram a abordar o navio, mas que ninguém ficou ferido, nem havia cidadãos americanos a bordo.

Depois de receber um sinal de SOS do navio, os Estados Unidos enviaram uma fragata e um avião para analisar a situação.

O canal de televisão Al Arabiya da Arábia Saudita, tinha informado que as forças iranianas teriam disparado tiros de advertência ao cargueiro americano para que se afastasse das águas territoriais iranianas, tendo depois subido a bordo do navio.


Etiquetas:

Notícias relacionadas