Irá a UE implementar novas sanções contra a Rússia?

Borrell falou sobre os últimos desenvolvimentos nas relações com a Rússia.

1579447
Irá a UE implementar novas sanções contra a Rússia?

Josep Borrell, o alto representante para as Relações Exteriores e Política de Segurança da União Europeia (UE), deu sinais no sentido de novas sanções contra a Rússia, indicando que o país não quer considerar a oportunidade de um diálogo construtivo com o bloco europeu.

Através de um artigo publicado no seu blog,

Borrell disse que durante a visita de 4 de fevereiro a Moscovo foram abordadas as relações "preocupantes" entre a UE e a Rússia, e que as relações entre as duas partes pioraram depois de Navalny, e dos protestantes que saíram em seu apoio, terem sido detidos.

Antes da cimeira da UE, que terá lugar em março, Borrell quer abordar a rápida deterioração das relações e acrescentando o seguinte: “A conferência de imprensa agressiva e o fato de 3 diplomatas de países da UE terem sido expulsos, mostram que as autoridades russas não querem avaliar a oportunidade de um diálogo construtivo com o bloco europeu. Embora não seja inesperada, esta situação não deixa deser triste do ponto de vista estratégico da Rússia”.

Borrell lembrou também que a UE e a Rússia não estão de acordo em muitas questões, como a Bielorrússia, a Ucrânia, a Geórgia, a Síria e a Líbia.

Lembrando que no dia 22 de fevereiro a UE vai discutir as relações com a Rússia, na reunião dos ministros das Relações Exteriores da UE, Borrell disse que "Como sempre, os países membros vão decidir sobre as medidas a serem tomadas, entre as quais se inclui a possibilidade de sanções".


Etiquetas: #sanções , #Borrell , #Rússia , #UE

Notícias relacionadas